top of page
  • Roizenblatt Médicos

O albinismo e a visão – parte 2

Seguindo a ideia do post anterior, vamos continuar falando sobre os sintomas visuais que um paciente com albinismo apresenta.

O albinismo pode causar uma ampla gama de problemas oculares. Como dissemos no post anterior, no caso do albinismo ocular, as pessoas não terão uma notável falta de cor na pele ou no cabelo. Portanto, problemas oculares podem ser o primeiro sinal para fazer o diagnóstico da doença.

Alguns dos sintomas incluem:

  • Nistagmo – quando os olhos de alguém se movem rapidamente e de modo incontrolável.

  • Estrabismo – desalinhamento ocular

  • Sensibilidade à luz brilhante – sintoma chamado de fotofobia

  • Erros de refração (grau nos óculos) – pode incluir hipermetropia, miopia ou astigmatismo

  • Baixa acuidade visual em um ou ambos os olhos – geralmente, aqueles que têm a menor quantidade de pigmento, têm a visão mais pobre.

  • Hipoplasia foveal – uma condição na qual a retina não se desenvolve normalmente antes do nascimento e durante a infância

  • Problemas no nervo óptico – quando os sinais nervosos enviados da retina através do nervo óptico para o cérebro não seguem as rotas nervosas usuais.

  • Problema na íris – quando a área colorida no centro do olho não tem pigmento suficiente para filtrar a luz que entra no olho.

No nosso próximo e último post sobre albinismo, vamos falar sobre como proceder uma vez feito o diagnóstico de albinismo.





コメント


bottom of page