As cores que você enxerga são as mesmas que eu enxergo?

Aqui entramos num assunto bem interessante da oftalmologia: o daltonismo!

Dá-se o nome de daltonismo quando alguém não consegue distinguir entre certas cores. Isso geralmente acontece entre o verde e o vermelho e, ocasionalmente, o azul.

Trata-se de uma condição geralmente genética e que é mais comum em homens. Isso porque a transmissão do daltonismo em geral ocorre através do cromossomo X. Os homens têm 1 cromossomo X e 1 cromossomo Y, já as mulheres têm 2 cromossomos X. Assim, se o único cromossomo X que o homem tem tiver o gene do daltonismo, uso vai fazer com que ele seja daltônico. Já a mulher precisaria ter o gene alterado nos seus 2 cromossomos X para ter a doença. Entendeu?

Legal, então vamos a diante na explicação. Na retina, camada que reveste internamente a parede posterior do olho, existem dois tipos de células que detectam a luz: os bastonetes e os cones. Os bastonetes detectam apenas luz e escuridão, já os cones detectam 3 cores principais: vermelho, verde e azul. O daltonismo pode ocorrer quando uma ou mais células dos cones estão ausentes, não está funcionando ou detectam uma cor diferente do normal.

Por fim, o daltonismo geralmente afeta os dois olhos igualmente, se manifesta desde o nascimento e permanece estável ao longo da vida.

Quer saber mais sobre o daltonismo? Agenda uma consulta para conversamos melhor!



Posts Em Destaque
Posts Recentes