Espasmo de acomodação – Parte 3

E para encerrar esta sessão de espasmo de acomodação, a pergunta que não quer calar: o que fazer para diminuir o espasmo de acomodação? Como é o tratamento?

Seguem algumas dicas para diminuir a chance de ocorrência do espasmo de acomodação:

  • Faça pausas de no mínimo 20 segundos durante o seu dia de trabalho. Durante as pausas, deve-se tentar focar objetos distante (a mais de 6 metros), a fim de relaxar a musculatura ocular.

  • Evite estresse, tente se manter relaxado durante o seu dia de trabalho.

No que se refere ao tratamento, o espasmo de acomodação não segue um protocolo específico e deve ser individualizado para cada paciente. Algumas estratégias são:

  • Expectante (observar): como costuma ser uma condição transitória, em geral nenhum tratamento é necessário, pois esta condição tende a melhorar sozinha, principalmente se o paciente modificar as suas condições de trabalho, fazendo mais pausas em suas atividades de leitura.

  • Colírios para dilatar a pupilar: usados em casos em que o espasmo de acomodação se apresenta por um tempo prolongado. Tais colírios também atuam relaxando o músculo responsável pela focalização de perto. Porém esses colírios possuem o inconveniente de causar um embaçamento visual para perto durante o seu tempo de ação.

Ficou com alguma dúvida? Quer se aprofundar mais sobre este tema? Marque uma consulta conosco que conversamos melhor.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square