Quem operou os olhos pode viajar de avião?

A resposta é: em geral sim. Isso porque a maioria das cirurgias oftalmológicas não contraindica uma viagem de avião no período pós-operatório, isto obviamente deve ser feito após a liberação do cirurgião. Só ele é capaz de dizer quando o quadro oftalmológico está estável e o paciente já está apto para viajar.

Agora existe uma exceção a esta regra: a cirurgia de retina chamada de vitrectomia. Esta é uma cirurgia usada para tratar várias doenças da retina. Neste procedimento, o médico tira o vítreo, material gelatinoso que preenche internamente o globo ocular, de modo que precisa colocar algo no lugar. Em casos em que se opta pela colocação de um gás dentro do olho, aí sim fica contraindicada a viagem de avião. O mesmo ocorre em uma cirurgia chamada “retinopexia pneumática”, em que não se tira o “gel de dentro do olho”, mas da mesma forma se injeta um gás.

A grande questão é que este gás pode mudar de volume enquanto estiver dentro do olho, de modo que necessita-se que o paciente mantenha-se por algumas semanas no período pós-operatório na mesma altitude. Isto quer dizer que não apenas o paciente não vai poder viajar de avião, mas também não poderá, por exemplo, viajar para a praia caso não more a nível do mar.

Mas não se preocupe, isto não é para sempre, este gás vai progressivamente sendo absorvido e chega um momento em que o especialista em retina então volta a liberar o paciente normalmente para voltar a viajar de avião, ir para a praia etc.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square